Peru de Natal – A receita da nossa família

“Rodolfo é a estrela do nosso Natal há quase 20 anos. Antes disso não tínhamos familiaridade com o peru, até que em um Natal, a nossa muito querida D. Oneida trouxe um peru divino, molhadinho e saboroso que mudou nosso cardápio desde então!
O primeiro, foi um tímido peru de 5 kg que entrou como ‘outsider’ na ceia. Surpreendeu e agradou. Fomos aperfeiçoando a receita a nosso gosto e ela foi ficando tão boa que o peru foi crescendo, crescendo e tomando espaço, até se tornar a atração principal, muito esperada a cada ano.
Na família, a discussão sobre o cardápio de Natal – a quantidade de convidados, quem vai se encarregar de que parte da ceia etc… começa já em outubro. Uma vez a quantidade de comensais e de possíveis convidados de última hora definida, sabemos de que tamanho será o Rodolfo do ano (já tivemos um peru de 16kg!).
Foi o primeiro peru de 10 kg que ganhou esse nome. Quando foi servido, alguém disse: isso é um peru ou um javali ?! As crianças que não sabiam o que era um javali, gritaram: é o Rodolfo!!! E foi assim  que nosso peru ganhou a identidade da  principal rena de nariz vermelho do Papai Noel!!” – Michele Zehil

 

INGREDIENTES
– Peru (contar 500g por pessoa) A receita considera um peru de aprox. 5/6kg

Para a marinada:
– Vinho Branco 700ml (de preferência um Chardonnay de boa procedência)
– 2 cenouras
– 2 cebolas
– Salsão
– Louro

Para a manteiga de ervas:
– 200g de manteiga
– 1/2 maço de manjericão
– 1/2 maço de tomilho
– 1/2 maço de estragão fresco
– 1 cabeça de alho
– 1 colher de sobremesa de molho inglês
– 1 colher de sobremesa de vinagre balsâmico

 

MODO DE PREPARO
Descongelar o peru dentro de sua embalagem cerca de 48h na geladeira ou 24h fora da geladeira.
Colocar para marinar 24h antes de assar, com o vinho branco, cenoura, salsão, louro, e cebola com o peito para baixo, cobrir a vasilha com plástico filme e deixar na geladeira.

Preparar a manteiga de ervas na hora: Usar a manteiga em temperatura ambiente e bater no mixer ou liquidificador com o alho descascado, o manjericão, tomilho e o estragão frescos. Um pouco de molho inglês e vinagre balsâmico, sal e pimenta do reino.
Usar uma assadeira com grelha, ou fazer uma “cama” para o peru com cenouras cortadas no sentido do comprimento, para evitar que o peru cole na assadeira.
Retirar o peru da marinada, que irá para o fundo da assadeira. Secar o peru com papel toalha, levantar a pele devagar e untar por baixo com a manteiga de ervas com cuidado para não rasgar (usar luvas de látex ajuda a escorregar).

Nas asas, onde é mais difícil levantar a pele, colocar a manteiga nas dobras entre elas e o peito, espalhar o resto da manteiga do lado de fora do peru todo. Amarrar as coxas com barbante para não abrirem.
Cobrir a assadeira com papel alumínio.

Pré-aquecer o forno por meia hora, em temperatura média-alta (220ºC), e assar coberto com papel alumínio.
Regar a cada meia hora com o caldo que se forma no fundo da assadeira. Se faltar caldo, acrescentar caldo de frango caseiro. Assar pelo tempo equivalente a uma hora por quilo e meio de peru. Ficar de olho nas coxas, enrolá-las com papel alumínio no final para não ressecarem demais. Pode colocar junto no forno uma pequena caneca ou assadeira com água para manter a umidade.

O peru estará pronto quando espetarmos a coxa e o líquido sair transparente, sem sangue. Ou se tiver um termômetro medir 82°C nas coxas e 74°C no peito. Na última meia hora retirar o papel alumínio para dourar o peito. Retirar o peru da assadeira e cobrir inteiro com papel alumínio. Deixar descansar em um lugar quente por, pelo menos, meia hora antes de servir.

Para fazer o molho: retirar todo o caldo da assadeira com os legumes. Se usou cenouras como base, descartá-las. Passar o caldo e os legumes em uma peneira grossa ou chinois, esmagando tudo. Colocar o líquido em uma vasilha no freezer até endurecer a gordura (usar uma assadeira ou vasilha rasa acelera o processo).
Descartar a gordura, colocar o molho em uma panela e ajustar os temperos, se precisar aumentar a quantidade pode acrescentar mais vinho e caldo de galinha, deixando ferver para reduzir e engrossar um pouco.

 

Sugestão de acompanhamentos: Batatas, legumes assados ou castanhas portuguesas cozidas e farofa caseira.

Vinhos: Saiba quais os vinhos indicados por Jorge Lucki para acompanhar esta receita!

Leia no nosso blog

Atenção

Prazer, somos a Zahil.
Por favor confirme se você
tem mais de 18 anos.